Amigas do Peito

Às Amigas do Peito,

Gostaria de agradecer imensamente a atenção recebida de vocês. Sou mãe de um bebê de 3 meses e procurei a ONG pela Internet para obter informações a respeito de armazenamento de leite. Volto a trabalhar em breve e gostaria de continuar a oferecer o leito materno para meu bebê.

Ao telefonar, fui atendida pela Verônica que, com muito carinho, me orientou a participar de uma reunião, além de me cadastrar para receber informações pelo telefone. No mesmo dia a Zilda me telefonou e esclareceu muitas dúvidas que eu tinha. Fui a uma reunião (Tijuca) e adorei! A Rose é extremamente atenciosa e bem orientada para organizar o grupo.

 

Hoje, infelizmente, não posso mais participar das reuniões, mas indico a todas as minhas amigas mamães ou futuras mamães, além de deixar com a pediatra do Léo o contato de vocês. Ela se mostrou muito interessada, uma vez que muitas mães têm dúvidas sobre aleitamento.

Desde que comecei a ordenhar para estocar o leite, minha produção aumentou muito! Nem dou conta de tanto leite que sai! As pessoas acham que sou muito paciente, mas digo à elas que não se trata de paciência, e sim de consciência! Dá trabalho, parece estranho (ordenhar!) mas se é para o bem do meu bebê (que até hoje não teve doença alguma, além de gozar de seus 6 quilos bem adquiridos só no peito (sem água, inclusive) vale o sacrifício!

Aí vai uma sugestão! Por que não deixar nos consultórios (pediatras e obstetras), prospectos de vocês? Ou talvez cartazes? Sei que isso significa ônus, mas o trabalho de vocês é fascinante e extremamente importante (segundo as 8 metas da ONU, o aleitamento materno contribui com a redução da mortalidade infantil!). Será que a Natura não estaria interessada em patrocinar esta idéia? Ela desenvolve campanhas interessantes sobre seus produtos, além de ter uma linha própria para mamães e bebês. Vou tentar alguma coisa com a empresa que trabalho, pois ela é muito envolvida com questões sociais. Quem sabe?

Parabéns, Amigas do Peito! Pela iniciativa, pelo trabalho, pelo compromisso com o futuro do Brasil.

Beijo carinhoso,

Marta Cristina Nascimento, mãe do Léo N. Anversa