Amigas do Peito

Gêmeos

Gêmeos e trigêmeos estão mais comuns hoje em dia por conta das formas de engravidar e uso de hormônios. É importante saber que nossa natureza dá conta de suprir as necessidades de trigêmeos. Mesmo que mais adiante seja necessário a introdução de outros alimentos antes dos 6 meses em alguns casos. O que mais se recomenda é um rodízio da criança que mama por último, para que ela não acabe ganhando muito mais peso que seus irmãos, por mamarem sempre o leite mais rico em gordura. Assim é importante que a cada semana se reveze o último a mamar.

Quanto a capacidade de  produção temos uma história que comprova isto:  Após ter um bebê que não foi amamentado, uma mulher, com um tumor de pele sobre uma das mamas (que comprometia o mamilo e tampava o bico do peito), engravidou novamente.  Frequentou reuniões do grupo de apoio em Niterói e teve gêmeos.   Amamentou ambos num peito só exclusivamente até 4  meses um deles e 6 meses a outra, isto sem ter nenhuma ajuda de parente algum,  estar se separando do marido nesta época e tendo que assumir os 3 filhos e buscar novo trabalho. Para nós a conclusão é que é possível amamentar mais de duas crianças, se acreditamos  no nosso poder e ainda mais se tivermos apoio.