Amigas do Peito

Queridas Amigas do Peito,

Já entrei em contato anteriormente e vocês me ajudaram a curar uma mastite. Por isto sou muito grata e acredito muito em vocês. Meu filho nasceu de cesariana e iniciou a amamentação muito bem, com nove dias foi internado no neo-natal da Clinica São José com suspeita de infecção urinária e lá passou 10 dias no antibiótico com todas aquelas agulhas e exames horrorosos. Queria muito amamentá-lo, por isso chegava às 6:30 e saía até onde agüentava. Nunca consegui fazer a ordenha. Tirava no máximo uma mamadeira e eles complementavam com NAN. Ele saiu de lá e voltou ao peito normalmente com dieta livre. Sendo assim ele dava um “ai” e eu dava o peito.

Ele está com 6 meses e fica a noite inteira querendo “chupetar”. O sono mais forte que tem é das 18:00hs às 00:00h. Depois é de meia em meia hora acordando e o soninho durante o dia também é pouquinho.

Como posso resolver isto? Ele não gosta de chupeta e tenho que voltar ao trabalho. Cheguei a comprar o livro “Nana Neném” mas achei muito radical, não gostaria de aplicar este método.

Obrigada e um beijo, J.

Cara J.,

Como não sei qual método é o Nana Neném, acredito que seja realmente brabo para não querer fazer. O que cada mãe descobre é que há crianças que dormem, e outras que dormem mal… Outras dormem pouco independentemente de mamarem ou não no peito.

Se você conseguir dormir no mesmo horário dele… é o melhor a fazer. Mas… sempre se arruma um jeitinho brasileiro para tudo, certo? Posso passar algumas idéias que ouvi e vivi nas reuniões, mas acho mesmo que o melhor é participar de uma delas.

Tem criança que aceita ir começando a dormir cada dia mais tarde um pouquinho até dormir bem de madrugada. Outras crianças são mais duras na queda, e aí a gente é que tem que dar um jeitinho no nosso horário, ordenhar o peito antes de dar de meia em meia hora e dar de hora em hora, depois de hora e meia em hora e meia.

Como você tem sono, é preciso que alguém ajude a engambelar por meia hora ou mais durante os primeiros dias, sem dar nada, apenas cantando e acalentando para fazer dormir. Outras crianças aceitam bem mensagens de carinho no início do sono e podemos deixar um pedido para que durma a noite toda, com mamadas à meia noite e de madrugada, mas espaçadas.

Que tal você inventar um método todo seu? Pleno de música e amor, e contar para nós o que deu certo? Ou experimentar as dicas que algumas mulheres já fizeram e para elas deram certo algumas vezes?

Para mim, nada deu certo na última filha que acordou durante a noite até depois dos dois anos e sempre dormiu pouco (até hoje aos 18 anos!!!) Já com a primeira tudo deu certo!!!! Quem sabe?

Um abração,

Maria Lúcia Amigas do Peito